edição digital

Lindoso: Uma aldeia turística na Peneda-Gerês

09/10/17 REGIONAL Imagem

Esta bela aldeia, distante 25 quilómetros da sede do concelho, tem cerca de 1300 habitantes que se dedicam essencialmente à agricultura e pastorícia. Inserida no Parque Nacional da Peneda-Gerês, Lindoso é uma aldeia turística conhecida e visitada por muitas pessoas.
O castelo, que serviu para defender o Lindoso e Portugal, é um motivo de orgulho para os moradores desta freguesia. O outro é o conjunto de espigueiros que se avistam da fortaleza. São mais de 60, estão bem conservados, preservam a história local e são o maior ajuntamento de espigueiros existente em Portugal. São do século XVIII e estão classificados como Imóvel de Interesse Público.
Os espigueiros serviam de celeiro para a comunidade guardar as espigas de milho das intempéries, permitindo a sua secagem. Têm fendas laterais para o ar circular e as rodas de pedra, no topo das “pernas” dos espigueiros, serviam para os roedores não conseguirem trepar e comer todos os cereais. No cimo dos espigueiros estão, geralmente, cruzes que eram a forma de os agricultores pedirem proteção divina para as suas plantações.
Além do castelo e dos espigueiros, destacam-se no património edificado o pelourinho, as eiras comunitárias, o cruzeiro do Castelo, a ponte medieval e os moinhos de água de Parada, calçadas medievais, o castro de Cidadelhe e as igrejas paroquiais de São Mamede, Santa Maria Madalena e Santo André, além do próprio Parque Nacional da Peneda-Gerês. Quanto à gastronomia, é também muito variada e não dispensa as papas de sarrabulho, rojões à moda do Minho, cozido à portuguesa, cabrito assado, posta barrosã, enchidos e presunto, lampreia, truta, vinho verde e mel.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo