edição digital

Portugal e Luxemburgo assinaram acordo sobre o ensino do Português

10/04/17 COMUNIDADES Imagem

O acordo permite manter a oferta nas escolas onde oensino já existe e reforçar os cursos na educação pré-escolar, envolvendo 26 professores dedicados a este esforço.

O memorando de entendimento foi assinado na presença do primeiro-ministro António Costa, no âmbito da visita ao Luxemburgo, e alarga a oferta da língua portuguesa, “reconhecendo a importância da sua aprendizagem no ensino precoce (educação de infância) e no ensino fundamental (1-6 anos de escolaridade), mas também a sua introdução no secundário”, informa uma nota divulgada pela Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas (SECP).
Segundo o governo português, o compromisso alcançado “assegura a manutenção do ensino da língua portuguesa nas escolas onde já existe e reforça a possibilidade de uma maior oferta de cursos de língua portuguesa na educação pré-escolar (ciclo 1)”. “Trata-se de um sinal importante para a valorização e desenvolvimento da língua materna das crianças lusófonas, ao permitir estabelecer uma continuidade entre a língua falada no seio familiar e a aprendizagem da língua portuguesa na escola. Esta aprendizagem da língua portuguesa no ciclo 1 envolverá educadores portugueses e luxemburgueses”, revela ainda uma outra nota divulgada à imprensa pela SECP. De acordo com o Governo português, “trata-se de um instrumento que visa incentivar a aprendizagem precoce da língua portuguesa e a sua continuidade no ensino básico e secundário”, garantindo o compromisso alcançado “a manutenção do ensino da língua portuguesa nas escolas onde já existe e o reforço da oferta de cursos de língua portuguesa na educação pré-escolar” (ciclo 1). “Em relação aos ciclos 2 (primeiro e segundo anos), 3 (terceiro e quarto anos) e 4 (quinto e sexto anos), os Governos de Portugal e do Luxemburgo comprometeram-se com a criação de um novo modelo de cursos de língua portuguesa, os cursos complementares, a desenvolver nas escolas, fora do horário escolar, mas na sua continuação”. “Este entendimento vai beneficiar a integração e o sucesso escolar dos alunos lusófonos”.

24% dos alunos têm origem portuguesa
Numa conferência de imprensa conjunta os primeiros-moinistros do Luxemburgo, Xavier Bettel, e de Portugal, António Costa, advertiram que a promoção da língua portuguesa é apenas complementar, sendo necessário dominar o luxemburguês para uma plena integração. António Costa considerou que este “é um acordo muito bom e que vai ajudar todos a ter uma melhor aprendizagem do português, mas, sobretudo, melhores condições para o sucesso no sistema educativo e integração na sociedade”. “Mas, há uma mensagem clara que é necessário passar: a língua portuguesa tem de ser um complemento, tem de ser mais uma ferramenta que cada um de nós possui, e não um entrave ao maior sucesso no processo educativo e inserção na sociedade luxemburguesa”, alertou António Costa.
No Luxemburgo 24% dos alunos são de origem portuguesa, mas a aprendizagem do português deve também servir para garantir o sucesso escolar aumentando uma consciência linguística útil à aprendizagem das línguas de escolaridade. “Os cursos complementares e os cursos integrados são modalidades articuladas com as escolas – e, nesse sentido, pertencem também ao sistema luxemburguês - com avaliação reconhecida no boletim escolar dos alunos. Trabalhando com toda a comunidade educativa no Luxemburgo vamos conseguir melhores resultados para as nossas crianças”, refere ainda a nota da SECP.
A Rede do Ensino Português no Estrangeiro (EPE) no Luxemburgo conta, no presente ano letivo, com 26 professores. Os cursos, lecionados num total de 72 escolas, abrangem 2.715 alunos e repartem-se entre o regime integrado - 1.495 alunos, em 27 escolas - e o regime paralelo, com 1.220 alunos, em 45 escolas. Os cursos integrados são cursos em língua portuguesa, ministrados no ensino fundamental (Ciclos 1 a 4, que correspondem ao nosso Ensino Básico 1 e 2), em disciplinas do currículo escolar luxemburguês (Éveil aux Sciences, Sciences naturelles, Histoire e Géographie). São lecionados em ambiente escolar e em horário letivo. A avaliação destes cursos integra o boletim escolar dos alunos.
Os cursos paralelos são cursos de língua portuguesa que seguem os programas elaborados pelo Camões, IP, no âmbito do QuaREPE (Quadro de Referência para o Ensino do Português no Estrangeiro) e são ministrados em horário extra letivo. A avaliação obtida nestes cursos de língua portuguesa, sujeitos a certificação da responsabilidade do Camões, I.P., e do Ministério da Educação português, não integra o boletim escolar dos alunos. Dada a descentralização do ensino no Luxemburgo, os cursos integrados estão na dependência direta das autoridades autárquicas – as comunas.
Com este acordo, fica também ultrapassado o diferendo que Portugal mantinha com o Luxemburgo, depois de a comuna de Esch-sur-Alzette ter decidido encerrar o curso integrado de português, afetando 500 crianças, o que o chefe da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva, classificou em janeiro como “um problema” e “uma questão política e de grande delicadeza”.
Por outro lado, os governos dos dois países comprometeram-se a criar “um novo modelo de cursos de língua portuguesa” para os ciclos 02 (1º-2º anos), 03 (3º-4º anos) e 04 (5º-6º anos): os cursos complementares, a realizar nas escolas, após o horário escolar, mas na sua continuação, de preferência terças e quintas-feiras à tarde e ainda ao sábado.

SISAB Portugal

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

No nosso Facebook...

Mario Fazenda

Parabéns ao Mundo Português


Vicentina Coelho

o + importante de tudo é voces publicarem a historia,, e lindo


Alvaro Rodrigues

Bom Dia para todos voces desse Mundo Português. Saudades desse lindo Porto que eu vivi nos meus anos de 50 a 1955. Um grande abraço e continuem mandando lindas fotos.


Maria Aurora Ribeiro

Um domingo maravilhoso para todos nós Portugueses espalhados pelo mundo eu moro no Brasil tenho muita saudade da minha terra natal beijinhos


Maria Isilda Sousa Faria

Muitos saludos aos portugueses pelo mundo fora desde caracas venezuela


Fatima Alves de Andrade

Felicitacoes! Temos que celebrar o que e nosso.


Ailton Aurora Alves

Bom dia e boa tarde para meu Portugal que amo de paixão !!!! muitos beijos para todos os Portugueses


Ayelen De Jesús Correia

Muitos parabéns ao Dr Carlos Morais, pelo trabalho realizado para o benefício da comunidade Português no mundo. Um prazer ter conhecido a o Sr Carlos e tudo o equipe do O Emigrante/ Mundo Português.


Jose Maria Monteiro

11.10.15 - Da cidade de CALW - Alemanha BADEN WURTENBERG Bom dia para todo o Mundo e, um bom Domingo para todos os meus amigos !!!


Armando Figueiredo

Johannesburg, Africa do Sul... Tempo maravilhoso,..um optimo dia pessoal!...


Silvia Leiva

olá! desde Santa Fe, na Argentina,um beijo para todos os portugueses. cá, esperando que a primaveira chegue de verdade :P faz frio ainda!!!!! carinhossss


Isabel Loyola

Parabéns pela página! Sou brasileira de Curitiba e leio-a com imenso prazer.


Maria Esteves?

Desejo a todos os emigrantes portugueses muita sorte e muita saúde


Maria Clara

Obrigada por esta página; pois tudo q diz respeito a Portugal me interessa, pois eu moro no Brasil; um abraço.


Maria Rosa

Muito bom mesmo!!! Meus parabéns a todos, tenham um bom dia.




Marcas Grupo