edição digital

Com cada vez mais atos consulares é necessário que o governo coloque mais funcionários em Nice

09/03/17 COMUNIDADES Imagem

O alerta é de Joaquim Pires cônsul honorário de Portugal naquela cidade francesa

Joaquim Pires, empresário português em St- Maxime, St. Torpez e Nice e cônsul honorário de Nice nasceu nua aldeia do concelho da Guarda, e foi de tenra idade com seus pais para França. A sua única irmã acabou por nascer em França. Porém assume-se como um português legítimo que gostaria se ser arquitecto, mas que na construção civil de moradias de luxo, é muito mais que isso, é o arquitecto, o decorador, o homem de pormenores que apostou na alta qualidade, para um cliente exigente, onde cada pormenor é estudado e tem singrado na vida com a criação de diversas empresas dentro do ramo imobiliário, a restauração e os produtos alimentares portugueses que disponibiliza no espaço que criou. É um homem de parcerias que aposta em ter como parceiros os seus funcionários, que já totalizam os oitenta, quer no ramo da arquitectura, construção, venda imobiliária.

Cônsul honorário de Nice
Para além disso, basta conhecer este homem e sentir a parte social de ajudar os outros e quando Portugal anunciou a criação de um Consulado Honorário em Nice, com sacrifício de uma vida super ocupada no seu dia a dia, aceitou ser o Cônsul honorário do inaugurado consulado em Maio de 2016, pelo Secretário de estado das Comunidades - José Luís Carneiro e que conta com dois funcionários, um do quadro do Ministério e onde existe muito trabalho consular todos os dias “toda a minha vida ajudei os outros e a solução para ganhar dinheiro, é de não querer ganhar dinheiro, mas sim fazer o trabalho, prestar o serviço de qualidade e com eficiência”. O Consulado e a câmara do Comércio são uma forma de ajudar os outros. Antes da inauguração da agência do Banque BCP, o Embaixador de Portugal aproveitou a ida a Nice para ser recebido na Mairie e para visitar as instalações do Consulado Honorário de Portugal, cujo Cônsul Honorário, Joaquim Pires, é também o Presidente da Delegação PACA da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa. Pelo Embaixador foi então referido que “Nunca Portugal e a França tiveram uma relação económica tão forte como a que têm neste momento, a todos os níveis, não só na venda de bens e de serviços, mas também em termos de investimento e de turismo que cresce de maneira exponencial”
Acerca do Consulado Joaquim Pires refere-nos “ foi por ver os portugueses a ter que se deslocar a Marselha para tratar dos seus assuntos no consulado, coisas simples como o cartão do cidadão, e ver as pessoas a chegar lá e não serem atendidos e a perderem o seu tempo. Pessoas a irem de Nice a fazer cerca de 300 Km a ter que pernoitar por vezes no hotel. A crise de Portugal levou a reduzir o número de Consulados e a região sul de França sempre esteve muito esquecida pelo governo português, mas penso que depois de termos criado a nossa câmara do comércio e de ter inaugurado o nosso consulado e aceitando o desafio que o governo me deu de fazer a lista de recenseamento eleitoral e vou fazê-la para provar aos políticos quantos somos e fazer ver e sentir que tem que se lembrar dos portugueses que residem nesta região sul da França. As instalações do Consulado Honorário são minha propriedade, o governo só enviou uma funcionária da carreira consular e estamos a solicitar mais um funcionário pois o consulado está a “facturar” muito a levar dinheiro para Portugal nas taxas e emolumentos consulares, todos os meses regista uma média de 600 atos consulares, com uma receita de 20 mil euros mensais e estou a perder dinheiro e essa não é a minha missão apesar de como disse gostar de ajudar os portugueses, pois nunca solicitei nacionalidade francesa- sou português mas também acredito que vamos ter mais um funcionário no Consulado e continuar a prestar o melhor serviço a todos os que ali se dirigem. Se não o fizerem, se o governo português não o fizer; fecho as instalações do Consulado Honorário.

Consulados honorários de Nice e Montpellier
Na data da inauguração em Maio de 2016, dos consulados honorários de Nice e de Montpellier, em França, o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro referia e bem o “apoio reforçado” a cerca de 40 mil portugueses.
O secretário de Estado, indicava que o consulado honorário de Nice iria ter um funcionário consular com competências para o registo civil, passaporte eletrónico e recenseamento eleitoral, enquanto o consulado honorário de Montpellier vai ter “competências de recenseamento”. “Além disso, estamos em concertações - mas poderia já assumir esse compromisso – e garantiremos uma mesa eleitoral a estes cidadãos que até agora tinham que percorrer entre 100 e 300 quilómetros para poder exercer os seus direitos eleitorais”, acrescentou. Questionado sobre a possibilidade de repor a rede consular depois da reestruturação de novembro de 2011, o governante sublinhou que “o Governo está empenhado em reforçar o número de funcionários na rede consular” mas que se trata de “um processo gradual e paulatino por razões orçamentais”.

Governo vai abrir concurso público
Na data, José Luís Carneiro afirmava que “não se pode de um dia para o outro repor os 1.500 funcionários que saíram dos serviços nos últimos 20 anos e os 400 que saíram nos últimos quatro anos”, mas avançou que vai ser aberto um “concurso público para admissão de cerca de seis dezenas de funcionários consulares para repor níveis de atendimento e de serviço que estavam em rutura em vários pontos críticos da rede consular”. E pelo que assistimos neste Consulado Honorário com carga de trabalho diário enorme e apesar da dedicação da funcionária e do colaborador de Joaquim Pires, é necessário o envio de mais um funcionário!
Os Cônsules Honorários não são competentes para a prática de atos consulares; contudo, em determinadas circunstancias podem praticar operações de recenseamento eleitoral, atos de registo civil e de notariado e a emitir documentos de viagem. Este é o caso, na jurisdição consular do Consulado Geral de Portugal em Marselha, dos Cônsules Honorários de Portugal em Ajaccio,  em Nice e no Principado do Mónaco. 
Consulado Honirário de Portugal em Nice
Endereço 28 boulevard Victor Hugo
06000 Nice
Telefone (+33) (0) 493 79 51 10
Email: consulat@chptn.pt
Atendimento ao público: O atendimento é feito apenas por marcação, para minimizar os períodos de espera dos utentes. Os cidadãos nacionais deverão telefonar previamente para o Consulado Honorário em Nice para agendamento prévio do atendimento. Não são atendidos utentes sem marcação prévia.

António Freitas

 

SISAB Portugal

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

No nosso Facebook...

Mario Fazenda

Parabéns ao Mundo Português


Vicentina Coelho

o + importante de tudo é voces publicarem a historia,, e lindo


Alvaro Rodrigues

Bom Dia para todos voces desse Mundo Português. Saudades desse lindo Porto que eu vivi nos meus anos de 50 a 1955. Um grande abraço e continuem mandando lindas fotos.


Maria Aurora Ribeiro

Um domingo maravilhoso para todos nós Portugueses espalhados pelo mundo eu moro no Brasil tenho muita saudade da minha terra natal beijinhos


Maria Isilda Sousa Faria

Muitos saludos aos portugueses pelo mundo fora desde caracas venezuela


Fatima Alves de Andrade

Felicitacoes! Temos que celebrar o que e nosso.


Ailton Aurora Alves

Bom dia e boa tarde para meu Portugal que amo de paixão !!!! muitos beijos para todos os Portugueses


Ayelen De Jesús Correia

Muitos parabéns ao Dr Carlos Morais, pelo trabalho realizado para o benefício da comunidade Português no mundo. Um prazer ter conhecido a o Sr Carlos e tudo o equipe do O Emigrante/ Mundo Português.


Jose Maria Monteiro

11.10.15 - Da cidade de CALW - Alemanha BADEN WURTENBERG Bom dia para todo o Mundo e, um bom Domingo para todos os meus amigos !!!


Armando Figueiredo

Johannesburg, Africa do Sul... Tempo maravilhoso,..um optimo dia pessoal!...


Silvia Leiva

olá! desde Santa Fe, na Argentina,um beijo para todos os portugueses. cá, esperando que a primaveira chegue de verdade :P faz frio ainda!!!!! carinhossss


Isabel Loyola

Parabéns pela página! Sou brasileira de Curitiba e leio-a com imenso prazer.


Maria Esteves?

Desejo a todos os emigrantes portugueses muita sorte e muita saúde


Maria Clara

Obrigada por esta página; pois tudo q diz respeito a Portugal me interessa, pois eu moro no Brasil; um abraço.


Maria Rosa

Muito bom mesmo!!! Meus parabéns a todos, tenham um bom dia.




Marcas Grupo