edição digital

"Queremos crescer nos mercados internacionais"

04/01/17 EMPRESAS Imagem

Fundada em 1992 na Ilha da Madeira, a Inocentro nasceu da vontade de inovar no sector industrial gráfico para embalagens

A nossa reportagem foi conhecer a Santa Cruz do Bispo o seu fundador – Hugo Aguiar que nos conta: “Há vinte cinco anos começamos como trading com produtos comerciais no Funchal importando. Desenvolvemos o nosso conceito de negócio com fábrica primeiro para o Porto, depois para aqui para Matosinhos e aqui estamos há uma década, a desenvolver um projeto”
Com presença no SISAB PORTUGAL onde já conquistaram alguns clientes internacionais que se renderam aos preços, diversidade e panóplia de soluções para embalagens e sacos e em que a matéria prima é o papel, aliado às mais modernas técnicas de impressão, corte, vinco, dobras e em que há em matéria de embalagem soluções e produtos que ajudam a vender o seu produto. Com 35 profissionais a Inocentro “ tem embalagens para todos”

Existia necessidade de uma empresa como esta na área da embalagem, tanto a embalagem intermédia, como embalagem final em que o cliente leva a comprar o produto e em que cada produto tem que ter a sua embalagem?
Tem a ver com duas coisas, o gosto pela área da indústria e a oportunidade que foi identificada. Vi da embalagem flexível que são os sacos de plástico e viemos para o continente atendendo à dimensão da ilha e ao crescimento do negócio.

A embalagem é aquilo que protege o produto, transporta e que nos leva a comprar. Melhor que ninguém e atendendo as empresas alimentares vossos clientes e às variadas ofertas que produzem fale-nos disso?
A embalagem para além daquilo que refere vai um pouco mais longe! Já não é só o transporte o armazenamento, a embalagem já vai a nossa mesa. Hoje se reparar nas embalagens do pronto a comer chega à mesa e já não é só o meio de transporte.
Num conceito, mais moderno e de fast food a embalagem é o nosso prato! Vi da área do plástico e apostei vivamente e na área do papel das saquetas e das caixas e depois dos sacos de asa e foi por aí que diversificámos e fomos acompanhando o desenvolvimento e respondendo às necessidades dos clientes.
Temos espaço para muitos mais clientes, temos soluções desde o estudo, concepção da embalagem e sua produção. O cliente apresenta o objectivo do que pretende e a Inocentro faz a sua embalagem para o seu produto.
Trabalhamos muito para a área alimentar e para a área da boutique e também algumas embalagens para a parte logística. A embalagem é cada vez mais um argumento de comunicação!

A embalagem também se exporta e atendendo aos custos de produção portugueses certamente que tem preços concorrenciais?
Certamente e com muito qualidade. Temos clientes internacionais que nos encomendam as suas embalagens e queremos crescer nos mercados internacionais e queremos criar um departamento de exportação e o SISAB PORTUGAl nisso ajudou.

MUNDO PORTUGUÊS - ASSINE JÁ

Medalha de Mérito das Comunidades


Maior Onda surfada do Mundo


Mundo Português TV


Mundo Português APP





Meteorologia

Marcas Grupo